"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim." (Chico Xavier)

sábado, 8 de agosto de 2009

'- Esquecimento...




O tempo vai passando,e eu sei,não tem mais volta.Tudo aquilo que um dia eu senti e vi...não sei no que se transformou,no que ME transformou.
Olho pra trás e vejo algo que eu não reconheço mais,embora esteja sempre presente em minha vida. Eu ainda lembro da primeira vez,quando eu te conheci.Ahh..eu não poderia nem esquecer daquele momento. Nós pareciamos tão inocentes,tão seguros de nós mesmos,tão cheios,tão predestinados a alcançar nossos sonhos e hoje o que eu vejo é uma uma ponte separando nossas vidas e histórias. Nos seus olhos eu não vejo mais a mesma luz,não vejo mais o mesmo fogo muito menos a mesma vontade de viver que eu via a um tempo atrás...e nos meus olhos?Talvez eu veja a mesma coisa que eu veja nos teus,uma morte contínua,uma pobre e derrotada vontade de viver.Sonhos mortos e pensamentos perturbados pelo tempo.Eu sei,eu não posso.... Eu poderia te dizer tantas coisas,mais minha garganta sempre se fecha assim que meu cérebro começa a processar todas as palavras que minha voz rouca pode chegar a pronunciar.E novamente,eu sei,eu não posso... Todos estes pensamentos,estas vozes,estes sonhos que me atormentam...estão me levando a loucura insistentemente a cada dia que se passa. Sim,este é um campo de batalha ao qual eu tento atravessar.Tenho que atravessar.Mesmo que minhas armas e meu escudo não estejam mais aptos para tais batalhas. Estou cansada,minhas pernas tremem e eu não sou mais aquele soldado do início,muito menos tenho a mesma força. Eu vou ficar bem,eu sei que vou...quando as bombas não mais estourarem e todos os corpos se espedaçarem no chão ao meu redor será a hora de eu me ajoelhar e cantar a vitória tão esperada por mais uma batalha perdida,ou ganha. Talvez no meio do caminho eu deva mandar um S.O.S,mas será que o tempo será generoso e me deixar viva até o resgate da minha alma? Às vezes somos forçados a driblar a verdade, transforma-lá, porque somos colocados à frente de coisas que não foram criadas por nós. E às vezes, As coisas simplesmente chegam até nós.

Caros leitores e visitantes..peço desculpas pela demora dos posts,mais eu não estou num bom momento para escrever,se me entendem. A todos os blogueiros que comentam aqui,também peço desculpas pela demora,mais saibam que em todos os posts de suas páginas eu estarei lah fazendo visitas constantes,mesmo que eu não comente ok?=] Enfim,acho que é so isso. Beijos a todos!

4 comentários:

- Milii disse...

nossa. que texto perfeito D:
acabei passando por aqui, e nao tive como nao ler esse post lindo que tu escreveste. bom, ganhaste uma seguidora :)
abracos

Bleeding Angel disse...

Concordo com Milli, texto perfeito!
Eh taum triste qndo sentimos q somos bons soldados mas nossas forcas estaum esvaindo, naum eh msm?
Eu to me sentindo mais ou menos assim, forcas esgotadas, semi-morto... mas naum posso desanimar de vez naum. rs
Bjos anjo

Bleeding Angel disse...

Tem selo pra ti no meu blog. ^^

Luiza disse...

Se já estive aqui, não sei, mas acho meio difícel não ter dado uma passadinha, mesmo que nunca tenha feito algum comentário...
Nossa, vc se expressa muito bem, acho que colocar o que está sentindo faz muito bem, seja coisas geradas por momentos bons ou ruins. Nesse momento vc não estava bem, as vezes parece que não vamos aguentar o próximo minuto, mas sempre tem um restinho de forças, se agarre sempre nela, valerá a pena.
Se nunca te disse, vou dizer agora, adorei seu blog, vou ficar por aqui, posso?
Bjs e força ok?