"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim." (Chico Xavier)

terça-feira, 23 de junho de 2009

'- Controvérsias


E com um último suspiro tudo ficou mais silencioso do que de costume.Diante de algum tempo uma alma ficou perdida entre chamas,das quais não poderia mais escapar,enquanto a outra se afogava em meio as suas próprias lamentações.Assim como o céu e a terra,duas almas e dois mundos que se encontravam naquele momento perdidos em uma caixa,estavam completamente divididos e sem destino.
Diante do muro que as dividia,se encontravam apenas roupas e sapatos jogados pelo ambiente,lençóis brancos e bagunçados sobre a cama e os vestígios do que talvez tenha cido não menos do que outra aventura qualquer.
Dentro da cabeça dela,um turbilhão de palavras se destinava a lugar algum,porém o que ela realmente desejava era que todas as mesmas palavras saíssem sem controle por sua língua ríspida e chegassem até os ouvidos dele,que por sua vez,apenas ouviria atento e sem nenhuma outra reação maior.Entretanto,dentro da cabeça dele,haviam sentimentos não superados,angústias nao resolvidas e sensações que ele não poderia controlar por muito tempo;talvez por saber que tudo o que ele vivera até ali não faria sentido algum em algum momento de sua vida.
Ele então a abraçou.Por muitos instantes sentiu o corpo,a pele ainda morna e os batimentos da garota ferindo seu peito insistentemente.Calado,a cada segundo ele desejava que o tempo derramasse lágrimas sobre aquele momento para que nunca mais os dois corpos se separassem,para que como tempo os dois corpos se misturassem e tornassem apenas um.Ela então o apertou forte.Sentia que ele precisava daquilo naquele momento,precisava de um contato não tão corporal quanto o que eles haviam acabado de proferir,mas sim sentimental,algo que criasse laços sobre suas vidas e almas tão distintas.
Após um longo tempo seus corpos se separaram molhados e a distancia que havia entre eles foi preechida com um aperto de mão delicado e um olhar profundo de ambas as partes.Um olhar que em ambos despertava um desejo de descoberta sobre as diferentes histórias das duas vidas,todos os seus sofrimentos e alegrias,lágrimas e sorrisos declarados insanamente ou até mesmo por vibrações interiores.
Ela,sem dizer uma palavra sobre a cena,num súbito abaixou a cabeça,deixando seus cabelos lisos e negros lhe cobrirem os olhos que esbanjavam uma felicidade infinita.Ao levantar,o encontrou ainda fitando sua face na mesma posição anterior,porém com uma lágrima que brotava de seus olhos cor de amêndoas que sempre a fascinaram.
Ele,que se encontrava paralisado com tanta beleza e delicadeza da garota,já havia percebido que ela o encarava sem nenhum pudor,então,resolveu declarar seus pensamentos.
Ela,completamente calada,ouvia sem nenhum gesto a tudo o que ele lhe dizia,e era realmente o que ela gostaria de fazer momentos antes.O aperto de mão foi ficando mais forte,as lagrimas se tornaram mais contantes naquele rosto que fora barbeado tão delicadamente e ele perdia a cabeça dizendo tudo o que havia para dizer.
De repente ela se via presa em uma teia feita daquilo que ela mesmo havia criado tempos atrás.Não sabia o que fazer muito menos o que dizer,e nesse momento só lhe passava pela cabeça que se talvez ela tivesse tido a mesma iniciativa a reação dele talvez seria a mesma,então,ela sorriu singelamente e lhe disse com outro forte abraço e um suspiro de alívio "Está tudo bem,eu estou aqui com você.".
Depois daquele gesto ele se sentia ainda mais perto dela,e com aquele último abraço banhado ao sol daquela manhã sabia que agora eles eram apenas um.
Uma única alma.Uma única pessoa.Uma única esperança.Uma única história.Um único presente cujo o tempo jamais deixaria se desfazer.
Mais uma vez eles se entregaram a um momento dentre os lençóis já tão bagunçados,mas eles não se imortavam,seria o momento que pertenceria a eles por muitos outros instantes daquele dia.Dentro daquela caixa com umaúnica janela com cortinas tão brancas como os lençóis,ninguém nunca saberia o que havia ocorrido entre aquelas duas pessoas tão diferentes.O tempo passaria e aqueles beijos ofegantes,os sussurros silenciosos e as roupas espalhadas ficariam apenas nas lembranças daquelas duas almas puramente corrompidas que jamais se separariam,mesmo tendo vidas,histórias e desejos tão diferentes.

2 comentários:

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

momentos assim são eternos.

Blog Suicide Virgin

Mysterious Lady disse...

Olá!
Gostaria de convidá-la a se inscrever no Crushed Dreams Contest, que depois de um pequeno Hiatus, voltou agora em sua segunda versão...

http://crushed.dreams.zip.net

Aguardo vossa inscrição...